Alfa Romeo confirma Guanyu Zhou, o primeiro chinês na categoria; confira grid completo e as etapas para 2022

Agora é oficial: Guanyu Zhou fará sua estreia na Fórmula 1 na temporada de 2022 pela Alfa Romeo Racing, ao lado de Valtteri Bottas. A negociação entre as duas partes, iniciada no início do verão europeu, foi congelada devido à proposta de compra da equipe por Michael Andretti.

Com a negociação frustrada, reapareceu a candidatura de Zhou que, como era de se esperar, acordou com a Alfa Romeo Racing por uma temporada, depois de se livrar dos laços contratuais com a Alpine, à qual permanecerá vinculado como piloto júnior até o final da atual temporada da Fórmula 2.

Aos 22 anos, Zhou completou um caminho de crescimento que começou na Itália em 2015, com a participação no campeonato nacional de Fórmula 4 e ingresso na Ferrari Driver Academy.

Depois de terminar sua temporada de estreia em segundo lugar, ele partiu para a Fórmula 3 Europeia, completando sua melhor temporada em 2018, com duas vitórias. O passo seguinte na Fórmula 2 (coincidindo com a saída da FDA e a entrada na Alpine-Renault) foi então o trampolim para resultados mais abrangentes, até a segunda posição que ocupa a duas etapas do final no campeonato de Fórmula 2.

“Desde que dei os primeiros passos neste esporte sempre sonhei em chegar o mais alto possível – comentou Zhou – e agora o sonho se tornou realidade. É um privilégio ter a oportunidade de começar minha carreira na Fórmula 1 com uma equipe icônica como a Alfa Romeo Racing, um time que ao longo de sua história trouxe muitos jovens talentosos.”

“Sei que me terei um desafio muito exigente, mas penso que estou preparado e poderei contar com a presença na equipe de um piloto de topo como Valtteri Bottas. Agradeço à equipa Alfa Romeo para essa oportunidade, o objetivo será aprender o máximo possível e o mais rápido possível.”

“Estou ciente do que significa ser o primeiro piloto chinês a ter a oportunidade de correr na Fórmula 1, é um momento importante para todo o movimento do automobilismo no meu país. Haverá muitas esperanças e expectativas, e neste aspecto vai me ajudar a aumentar ainda mais a minha motivação para realizar mais e mais.”

A estreia do primeiro piloto chinês tem um valor importante para a Fórmula 1, e vai abrir as portas a um mercado financeiro (até agora abordado apenas com o GP da China) nunca explorado com o potencial interesse que capta ter um piloto no grid, um bônus que a Alfa Romeo Racing e toda a Fórmula 1 tentarão aproveitar ao máximo.

Para a Itália, entretanto, as notícias são ruins. Depois de três temporadas em que Antonio Giovinazzi foi o único representante do país, em 2022 a Itália voltará a não ter representante no grid da F1.

A temporada de 2022 começará em 30 de março, no Bahrein, e terá um calendário recorde de 23 corridas com a adição do GP de Miami e a volta de alguns que foram cancelados nos últimos anos, como Austrália, Canadá, Japão e Singapura.

Confira o grid de largada de 2022
Equipe Piloto 1 Piloto 2
Germany Mercedes United Kingdom Lewis Hamilton United Kingdom George Russell
Austria Red Bull Netherlands Max Verstappen Mexico Sergio Perez
United Kingdom McLaren United Kingdom Lando Norris Australia Daniel Ricciardo
United Kingdom Aston Martin Germany Sebastian Vettel Canada Lance Stroll
France Alpine Spain Fernando Alonso France Esteban Ocon
Italy Ferrari Monaco Charles Leclerc Spain Carlos Sainz Jr.
Italy AlphaTauri France Pierre Gasly Japan Yuki Tsunoda
Switzerland Alfa Romeo Finland Valtteri Bottas China Guanyu Zhou
United States Haas Russian Federation Nikita Mazepin Germany Mick Schumacher
United Kingdom Williams Canada Nicholas Latifi Thailand Alexander Albon
Confira o calendário de 2022
GP e circuito Data
Bahrain Bahrain International Circuit, Sakhir 20 de março
Saudi Arabia Jeddah Corniche Circuit, Jeddah 27 de março
Australia Albert Park Circuit, Melbourne 10 de abril
Italy Imola Circuit, Imola 24 de abril
United States Miami International Autodrome, Miami Gardens, Florida[f] 8 de maio
Spain Circuit de Barcelona-Catalunya, Montmeló 22 de maio
Monaco Circuit de Monaco, Monaco 29 de maio
Azerbaijan Baku City Circuit, Baku 12 de junho
Canada Circuit Gilles Villeneuve, Montréal 19 de junho
United Kingdom Silverstone Circuit, Silverstone 3 de julho
Austria Red Bull Ring, Spielberg 10 de julho
France Circuit Paul Ricard, Le Castellet 24 de julho
Hungary Hungaroring, Mogyoród 31 de julho
Belgium Circuit de Spa-Francorchamps, Stavelot 28 de agosto
Netherlands Circuit Zandvoort, Zandvoort 4 de setembro
Italy Monza Circuit, Monza 11 de setembro
Russia Sochi Autodrom, Sochi 25 de setembro
Singapore Marina Bay Street Circuit, Singapore 2 de outubro
Japan Suzuka International Racing Course, Suzuka 9 de outubro
United States Circuit of the Americas, Austin, Texas 23 de outubro
Mexico Autódromo Hermanos Rodríguez, Mexico City 30 de outubro
Brazil Interlagos Circuit, São Paulo 13 de novembro
United Arab Emirates Yas Marina Circuit, Abu Dhabi 20 de novembro

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta