Bottas lidera dobradinha da Mercedes no 2º treino em Silverstone

Equipe germânica voltou a mostrar sua força na segunda sessão prática para o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1

A Mercedes restabeleceu a normalidade da temporada 2019 da Fórmula 1 e voltou a fazer uma dobradinha. Com a marca de 1min26s732, Valtteri Bottas superou Lewis Hamilton, piloto da casa, por apenas 0s069 e ficou na ponta do segundo treino livre para o GP da Grã-Bretanha. Resultado importante para o finlandês, que retoma fôlego na batalha interna com o companheiro pentacampeão.

Logo depois das ‘Flechas de Prata’, veio a dupla da Ferrari: Charles Leclerc bateu Sebastian Vettel por quase três décimos e ficou em terceiro. Líder da primeira sessão prática, Pierre Gasly voltou a surpreender e completou o TL2 em quinto, superando o companheiro Max Verstappen, que terminou em sétimo.

Outro piloto da casa, o novato Lando Norris ficou em sexto com a McLaren, à frente do vencedor do GP da Áustria. O oitavo foi Carlos Sainz, também da McLaren. Alexander Albon, da Toro Rosso, ficou em nono, à frente de Sérgio Pérez, da Racing Point.

O treino

Depois do incidente de Romain Grosjean no TL1, quando o piloto da Haas rodou na saída do pitlane, a segunda sessão começou tranquila em Silverstone. De mais emocionante na primeira meia hora de treino, apenas algumas escapadas (inclusive de Grosjean e Vettel), mas sem maiores consequências.

Passeios pela grama de lado, Bottas ditou o ritmo no TL2. Aos poucos, os pilotos foram melhorando seus tempos, mas o finlandês foi dominante do início ao fim no circuito inglês. Após estabelecer sua marca, o piloto da Mercedes partiu para a simulação de corrida, assim como a maioria. O maior destaque, então, foi a presença de Frank Williams, que completa 50 anos de F1.

No fim das contas, a tabela de tempos seguiu pouco movimentada no restante da sessão, até que a bandeirada final sacramentou mais uma dobradinha da Mercedes na temporada 2019. Para azar do chefe da Williams, George Russell teve problemas e amargou a lanterna, atrás até de Robert Kubica. Daniel Ricciardo também lidou com falha de sua Renault e causou rápido safety car virtual no fim do TL2:

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta