Chefe da Alfa Romeo: Raikkonen está “funcionando perfeitamente” na equipe

Frederic Vasseur destacou relacionamento do campeão mundial com o time: “Não podia ser melhor”

O chefe de equipe da Alfa Romeo, Frederic Vasseur, disse que a relação do time com Kimi Raikkonen está “funcionando perfeitamente” e que todos se beneficiam de discussões “preto no branco”. O finlandês tem contrato com a equipe até o fim de 2020 e já indicou que gostaria de ficar mais alguns anos na Fórmula 1.

Depois de deixar a Ferrari no fim de 2018, Raikkonen assinou um contrato de dois anos com a Sauber, que se transformou em Alfa Romeo para a atual temporada. O campeão mundial de 2007 está em oitavo no campeonato, tendo pontuado em oito das doze corridas deste ano.

Vasseur disse ao Motorsport.com: “A vantagem com Kimi vem desde antes de assinarmos no último ano, tivemos horas de discussões, sobre o time, sobre os pontos positivos e negativos, em que poderíamos melhorar, no que deveríamos evoluir”.

“Nós estávamos muito abertos sobre qual a real situação da empresa. E eu acho que agora ele não é surpreendido quando nós temos problemas, porque nós sabíamos de antemão. Ele está totalmente comprometido com o projeto. Não sei quando ele estava no último ano com a Ferrari, eu não estava lá, mas para nós está funcionando perfeitamente”.

Vasseur disse que não poderia prever os resultados que Raikkonen teria com o time, mas disse que o finlandês se encaixou e que “atingiu suas expectativas”.

“O mais importante para mim foi ter certeza de que ele estava comprometido”, disse Vasseur. “Comprometido significa que ele estará presente na fábrica, que vai cobrar do time e que vai exigir de nós”.

“Ele está fazendo exigências, e não quero que ele relaxe, esse com certeza não é o caso. Eu quero ter alguém no time cobrando resultados. É uma boa situação para os engenheiros e também é importante. Mas ele entende que não está na Ferrari ou na Mercedes e que nem tudo pode ser resolvido em duas semanas”.

Raikkonen disse no começo do ano que este ano na F1 para é “mais como um hobby” para ele, desde que foi para a Alfa Romeo. Essa foi uma indicação de que ele está motivado em correr novamente e Vasseur disse que isso ajuda na forma como o finlandês pilota.

“Você precisa fazer o trabalho no sábado e no domingo, e precisa estar completamente convencido de que todos estão se esforçando na direção certa”, disse Vasseur. “O aspecto psicológico disso é muito importante”.

“Para mim, ele gosta da atmosfera. Nós temos discussões, elas são diretas, preto no brando. Honestamente, é bem mais fácil gerenciar tudo conosco”.

“Estou mais do que feliz do que com a situação atual. Ele está fazendo um trabalho fantástico no carro, ele visita a fábrica toda semana, está totalmente comprometido. Não podia ser melhor”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta