Com portões fechados nas primeiras provas, F1 espera ter fãs nos GPs novamente a partir de setembro

Na terça, a Fórmula 1 anunciou a primeira parte do novo calendário da temporada 2020, com oito provas europeias em seis países que serão disputadas entre julho e o início de setembro. A categoria divulgou também as normas de segurança que serão adotadas ao longo da temporada, incluindo a realização das corridas com portões fechados. Porém, a F1 já tem uma previsão inicial de quando espera ter fãs novamente nos GPs.

O CEO da F1, Chase Carey, diz esperar que quando a categoria comece a realizar suas provas fora da Europa, a partir da segunda metade de setembro, já seja possível permitir novamente a presença dos fãs nos eventos.

“Os fãs são muito importantes”, disse Carey em uma entrevista conduzida pela F1. “De muitos modos, nós precisamos dos fãs. Então adoraríamos tê-los nos eventos. Mas reconhecemos as medidas de segurança e os riscos que ainda existem, e precisamos lidar com isso”.

“Gostaríamos de ter os fãs o mais rápido possível, e acho que poderemos fazer isso para assegurar a segurança de todos os envolvidos com o esporte. Falamos sobre o objetivo de ter fãs novamente na primavera. Pode não ser com arquibancadas lotadas, mas com um número limitado”.

“Então acredito que o objetivo é poder incluir os fãs. Mas é um objetivo realista fazer isso apenas quando acharmos que será seguro para todos”.

Carey acredita que julho é o momento ideal para reiniciar a temporada 2020, apesar das restrições ainda ativas em vários países.

“Acreditamos que há uma vontade de boa parte do mundo de retomar a vida normal. Queremos fazer isso de modo seguro. Certamente, não estamos sozinhos, outras modalidades estão voltando, algumas sociedades estão reabrindo”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta