Equipes da Fórmula 1 rejeitam pneus de 2020 de forma unânime

Depois de mais alguns dias de testes, compostos não convenceram escuderias e pilotos da categoria

A Fórmula 1 continuará a utilizar os pneus Pirelli com especificações de 2019 na temporada 2020 da categoria, já que as equipes votaram por unanimidade pela rejeição aos novos compostos que estavam sendo preparados para o ano que vem.

As especificações de 2020, projetadas para reduzir a degradação dos pneus e fornecer uma faixa mais ampla de temperatura, além de menos superaquecimento no ar sujo, estrearam nos treinos livres nos Estados Unidos, mas receberam críticas bastante negativas dos pilotos.

Como resultado, foi abordada a possibilidade de seguir com os pneus deste ano, uma decisão que exige a aprovação de 70% das equipes concorrentes, conforme item 12.6.1 do regulamento técnico da F1.

Embora a Pirelli tenha dito que estaria aberta à manutenção das borrachas de 2019, esperava-se que o teste de dois dias após o fim da temporada em Abu Dhabi oferecesse uma visão mais representativa dos novos pneus.

No entanto, o diretor da Associação dos Pilotos de GPs, Romain Grosjean (Haas), disse que ficou com a mesma impressão ruim em Yas Marina. E a FIA confirmou que uma “decisão unânime” foi tomada para manter as especificações de 2019.

“A FIA gostaria de agradecer a Pirelli e todas as equipes por seu trabalho e colaboração para melhorar os pneus para a temporada 2020 e além. De qualquer forma, as lições aprendidas serão inestimáveis ​​para a melhoria futura dos pneus no futuro”, disse a entidade.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

 

Deixe uma Resposta