Ferrari lança novo carro para temporada 2020

Ferrari SF1000

A Ferrai exibiu nesta terça-feira o novo modelo que tentará acabar com a supremacia da Mercedes na F1. No ano passado foram 235 pontos a menos que a equipe alemã. Assim como em 2019, a escuderia terá Sebastian Vettel, tetracampeão mundial, e o jovem Charles Leclerc, que encarará seu segundo ano no time, o terceiro na F1.

A nova Ferrari SF1000
A nova Ferrari SF1000

Ferrari SF1000 – Photo by: Ferrari

A expectativa – para os comandantes da Ferrari – é que a equipe quebre um incômodo de jejum, tanto no mundial de pilotos como no de construtores. Kimi Räikkönen foi o último a ganhar o título vestindo vermelho, enquanto que no ano seguinte, Felipe Massa ajudou a escuderia a levar o de construtores, mesmo com o vice.

Para isso, a tensão entre Vettel e Leclerc, iniciada no ano passado, tendo como ponto alto o GP do Brasil com ambos se tocando na pista e sendo obrigados a abandonar, terá que ser melhor organizada, para tentar impedir o heptacampeonato da Mercedes, antes da introdução das novas regras da F1 em 2021.

O lançamento do novo carro foi realizado no Teatro Municipal Romolo Valli, na cidade de Reggio Emilia, a cerca de 35 quilômetros de Maranello, sede da montadora italiana. O evento contou com a presença da imprensa e com os principais nomes da Ferrari, como o chefe de equipe Mattia Binotto e os pilotos Sebastian Vettel e Charles Leclerc.

O nome do carro da escuderia para 2020 é SF1000, com o nome em homenagem ao fato da equipe completar nesta temporada 1000 GPs disputados na principal categoria do automobilismo mundial. O evento teve a apresentação do embaixador da escuderia, Marc Gené e da assessora da Ferrari, Silva Jofer.

O primeiro discurso da noite foi do CEO da Ferrari, Louis Camilieri, que destacou, entre outras coisas, o esforço dos funcionários da Ferrari na construção do carro de 2020.

“Nós estamos aqui hoje, porque dividimos uma paixão, com milhões de outras pessoas, com o cavalo rampante. Algo que só a Ferrari consegue fazer. Estamos muito cientes da responsabilidade que temos e estamos muito focados no objetivo principal, que é a vitória. E eu acho que temos o talento e a determinação para conseguirmos atingir esse objetivo. Estamos cobrando de nós mesmos mais do que jamais fizemos”.

Em seguida, foi a vez do chefe da equipe Ferrari, Mattia Binotto, assumir o microfone e falar para o público. Entrevistado por Marc e Silvia, ele começou falando sobre a história da Ferrari e sua importância dentro da Fórmula 1 em seus 70 anos.

“Abro com a citação de Enzo Ferrari. Peça a uma criança para desenhar um carro e ele certamente fará o carro vermelho. A Ferrari sempre esteve presente e é a equipe de maior sucesso de todos os tempos. Chegar ao seu milésimo GP é uma coisa incrível”.

Binotto falou sobre os objetivos da equipe para a temporada de 2020 e o desafio em conciliar a temporada atual com o desenvolvimento do carro para o ano seguinte.

É um ano muito particular, enfrentaremos o desenvolvimento da máquina, não apenas a de 2020, mas também a de 2021. Teremos que melhorar nossos erros anteriores, por exemplo, trabalhar muito em confiabilidade”.

Ferrari SF1000

Ferrari SF1000 – Photo by: Ferrari

 

Após a fala de Binotto, o SF1000 foi oficialmente apresentado para o público, junto dos pilotos da equipe. Antes dos pilotos falarem, Binotto reassumiu o microfone para falar sobre algumas das mudanças que o SF1000 teve em relação ao carro do ano passado.

“Os regulamentos permanecem estáveis, por isso é difícil transformar completamente o carro. O ponto de partida é o carro do ano passado, o SF-90, mas certamente fomos extremos em todos os conceitos, tanto quanto pudemos. Tentamos obter o máximo desempenho aerodinâmico e tentamos maximizar o nível de downforce, para que todo o carro, o monocoque, o layout da unidade de potência e a caixa câmbio tenham sido realmente embalados para ter uma forma mais estreita e fina. Eu acho que isso é bem visível.”

Em seguida foi a vez dos pilotos falarem. Vettel foi o primeiro, e destacou o trabalho da equipe no desenvolvimento do carro, e disse estar muito feliz com o resultado final.

“É uma conquista incrível. São muitas horas investidas no desenvolvimento. Estou muito feliz com o resultado final. É um pouco mais vermelha que a do ano passado, eu achei muito bonita. Eu já estou gostando do SF1000, é diferente em relação ao de 2019. Foi um ótimo trabalho, como vocês podem ver aqui”.

Em seguida, foi a vez de Charles Leclerc, que também elogiou o trabalho investido no SF1000, mas comentou sobre sua preparação para a temporada e os objetivos pessoais.

“Mal posso esperar para começar a nova temporada. Fiz um ótimo trabalho para me preparar fisicamente e não repetir os erros de 2019”.

O último a falar, antes do fim do lançamento, foi o presidente da Ferrari, John Elkann: “Somos a Itália e estamos muito orgulhosos de representá-la para o mundo. Vencemos 238 das 991 corridas que participamos, mas apesar disso, nossa fome de triunfos é sempre a mesma e muito alta”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta