GP do Brasil de F1: Leclerc é punido e perderá posições no grid

Ferrari confirmou que piloto monegasco irá trocar peça do motor e perderá 10 posições

O Grande Prêmio do Brasil não terá Charles Leclerc nas primeiras filas do grid de largada

Isso porque Charles Leclerc irá levar uma punição de 10 posições no grid porque terá que trocar o ICE (motor interno de combustão) de sua Ferrari por uma peça extra além das três permitidas para a temporada na unidade de potência.

Leclerc sofreu um vazamento de óleo nos treinos para o GP dos Estados Unidos, o que o forçou a usar um motor antigo na corrida e limitou a potência de sua unidade de potência.

A Ferrari tinha a opção de arrumar a peça e recolocar no carro, mas optou pela troca. Se a equipe for ter que trocar também outras peças do motor, Leclerc pode ser punido em mais posições e largar no fim do grid.

“Charles receberá uma nova unidade de potência, já que a sua foi danificada no sábado em Austin, o que o forçou a usar uma mais fraca no resto do fim de semana”, disse o chefe da equipe, Mattia Binotto.

Leclerc é o piloto que mais fez pole positions em 2019, com sete.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta