Haas revela visual do novo carro

A equipe Haas apresentou o visual do seu novo carro para a temporada de 2019 no último dia 7 (quinta-feira). O monoposto chamou a atenção pela nova pintura, em preto e dourado, completamente repaginada. O motivo da mudança é o novo patrocínio master da equipe americana, a Rich Energy, empresa britânica de energéticos. Uma cerimônia foi realizada no Royal Automobile Club, em Londres para apresentar o carro. O modelo de 2018 foi utilizado para mostrar a pintura. O evento contou com a presença dos pilotos, Kevin Magnussen e Romain Grosjean, além do CEO da Rich Energy, William Storey.

Grosjean e Magnussem revelam a aparência do carro que vão guiar nessa temporada. (Crédito: Lusa/ Neil Hall)

Em seguida, a Hass divulgou imagens renderizadas do VF-19, o carro desse ano. Elas permitiram aos fãs da F1 observar os componentes do carro em diferentes ângulos, bem como alguns detalhes técnicos previstos no regulamento de 2019. Aliás, não faltaram comparações com as pinturas clássicas da equipe Lotus. Inegavelmente, há uma enorme semelhança, algo que não parece ser escondido por ninguém na equipe. De qualquer forma, se trata de uma grande renovação. Já que em seus três anos de F1 a Haas só apresentou pinturas com variações de preto, cinza e vermelho, cores da empresa do fundador, Gene Haas. O carro de 2019 só será visto fisicamente no dia 18 de fevereiro, durante os testes de inverno em Barcelona.

Esperanças na parceria

O chefe de equipe da Haas, Gunther Steiner, se mostrou confiante para o próximo ano e a nova parceria.“É importante que continuemos progredindo como equipe, e esta temporada não será diferente.Enquanto entregamos nossa melhor temporada até agora em 2018, o ano mostrou, às vezes de forma dura, que ainda temos áreas para melhorar enquanto equipe”, comentou.

Já o CEO da Rich Energy também está animado com o negócio. Quando o acordo de patrocínio foi anunciado, no ano passado, a companhia dele recebeu várias críticas e uma certa dose de desconfiança. Ela era pouco conhecida, com muitos até duvidando da sua existência. Mas o empresário diminuiu esse assunto: “Os detratores obviamente não estão no mesmo planeta que você e eu”. Ele pretende competir com a Red Bull, tanto dentro como fora das pistas. “Este foi o melhor negócio possível. Estamos muito satisfeitos com a Haas como equipe”, avaliou.

Gene Haas (fundador da equipe) e William Storey (CEO da Rich Energy). (Reprodução Twitter Rich Energy)

Outras equipes investem no marketing antes dos novos carros

Enquanto não lançam seus carros para matar a curiosidade dos fãs, as outras equipes do grid continuam ativas nas redes. A Mercedes instigou a imaginação de todos ao postar fotos de partes de um carro com uma pintura completamente diferenciada. Um espécie da camuflado, com tons de azul e verde. Logo, se imagina que essa será uma nova pintura usada pela equipe alemã, pelo menos nos testes de Barcelona. Vamos ter que esperar para ver. Além isso, a atual campeã do mundo divulgou um áudio do ´poderoso motor do modelo W10.

Imagem

A imagem postada pela Mercedes com a legenda: “Prata é tão temporada passada”. (Reprodução Twitter Mercedes F1)

O áudio dos motores de Renault e Toro Rosso também foi divulgado. Com certeza uma boa tática para manter a curiosidade.

Por fim, a Red Bull publicou o primeiro vídeo promocional com a presença de ambos os pilotos. E não poderia ser algo mais incrível de acompanhar. Max Verstappen e Pierre Gasly disputando posição em uma pista coberta de gelo, com karts. Verstappen estava em casa, já que o vídeo foi gravado na Holanda. Vale a pena assistir se quiser matar um pouco a saudade de ação na pista.

Carro campeão de Mansell de 1992 é posto a leilão

A casa de leilões Bonhams anunciou a venda de um dos carros mais icônicos da história da Fórmula 1. Por apenas R$ 15 milhões (£3 milhões), você pode ser o dono da Williams FW14B. Esse valor é estimado, já que pode ser vendido por mais ou por menos. O carro foi guiado pelo campeão de 1992, Nigel Mansell, na conquista de seu único título. Esse modelo é até hoje lembrado como um dos mais dominantes da história. Era realmente uma jóia da engenharia, de “outro planeta”. Venceu dez dos 16 GPs daquele ano, e era equipado com suspenção ativa e controle de tração. O leilão será realizado no dia 5 de julho, durante o tradicional festival de Goodwood, na Inglaterra.

O lendário FW14B. (Divulgação Bonhams)

Philip Morris é investigada por patrocínio na Ferrari

A iniciativa “Mission Winnow”, patrocínio da Ferrari em 2018, está sendo investigada na Austrália. A empresa Philip Morris lançou a campanha com o objetivo de se afastar da imagem de produtos de tabaco,que causam dependência. Logo que foi implementada, no GP do Japão do ano passado, a marca foi motivo de interesse. Agora, a mídia australiana divulgou que há uma investigação por parte de autoridades do país, já que se suspeita que há violação das regras de propaganda de tabaco. O Departamento de Saúde da Austrália e o Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Victoria são responsáveis pelo inquérito. Do mesmo modo, a Autoridade Australiana de Comunicação e Mídia também está realizando uma investigação separada.

O diretor internacional de comunicação global da Philip Morris, Tommaso Giovanni, acredita que a companhia não violou nenhuma diretriz de propaganda de tabaco.”A iniciativa, os símbolos e logotipos usados no carro da Ferrari e no site estão em conformidade com as leis que se aplicam às nossas atividades na Austrália e no Estado de Victoria. Estamos cientes do debate na Austrália e estamos trabalhando com os organizadores do GP local para entender as preocupações das autoridades e dar a eles uma resposta.” Foi o comentário do diretor em entrevista ao motorsport.com.

Já o ativista anti fumo John Cunningham disse ao jornal The Age de que está certo de que há algo por trás da campanha. “Não tem nada a ver com os carros de F1, com certeza. As empresas de tabaco finalmente admitem que seu único meio de sobrevivência financeira é atrair pessoas viciadas em nicotina, e vão gastar dinheiro em pesquisas sobre como fazer isso de maneira mais eficaz, não para o benefício de seus clientes viciados, mas para o benefício de seus lucros e acionistas”, disse.

O carro da Ferrari, com o logo em branco da Mission Winnow. (Fonte: formularapida.net)

Rivalo Apostas Esportivas

Deixe uma Resposta