Leclerc: Vettel e eu precisamos ser “menos agressivos” entre nós

Piloto monegasco da Ferrari diz que ele e companheiro alemão têm de ser mais cautelosos

Depois da batida no GP do Brasil de Fórmula 1, Charles Leclerc e Sebastian Vettel foram dois dos pilotos selecionados para a entrevista coletiva pré-GP de Abu Dhabi, que encerra a temporada 2019 da F1. Como era de se esperar, ambos foram questionados sobre o polêmico acidente em Interlagos, que ocasionou abandono de ambos. E Leclerc admitiu: “Devemos tentar ser um pouco menos agressivos”.

“Nós obviamente tentamos entender como poderíamos ter melhorado as coisas. Eu acho que foi lamentável: primeiro porque o toque foi pequeno e teve um grande drama depois disso. Então foi tudo um pouco azarado”, analisou o monegasco.

“Mas, como equipe, acho que devemos tentar ser um pouco menos agressivos para que essas coisas não aconteçam novamente. Para a equipe não é bom, para todos não é bom. Então precisamos fazer com que isso não aconteça novamente”.

Questionado sobre uma eventual proibição de batalhas da dupla ferrarista por parte do time de Maranello, Leclerc respondeu: “Acho que isso não vai mudar. Obviamente, Sebastian e eu somos muito competitivos”.

“Nós dois queremos vencer, mas também precisamos encontrar o compromisso certo. Estamos competindo pelo mesmo time. Como eu disse, as consequências foram enormes na última corrida. Mas se você olhar para o contato, foi muito, muito pequeno”, ponderou.

“Eu acho que Sebastian não deveria ter ido para a esquerda e ele sabe disso. E eu provavelmente poderia ter feito um trabalho melhor evitando que ele fosse para a esquerda. Então, nós dois temos um pouco de responsabilidade. Mas acho que o mais importante é que tudo esteja claro. Sentamos e seguimos em frente”, completou o monegasco, que disputa sua primeira temporada pela Ferrari e vem superando o companheiro tetracampeão na tabela de pontos.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta