Massa e ex-engenheiro relembram política e brigas na Ferrari antes de famosa ordem para deixar Alonso passar

O ano de 2010 foi um dos mais difíceis da carreira de Felipe Massa. A pressão por conta do favorecimento da Ferrari ao espanhol Fernando Alonso na Fórmula 1 foi um dos principais fatores que o brasileiro o coloca como companheiro de equipe mais difícil que já teve na carreira.

Um dos momentos mais marcantes daquele ano foi no GP da Alemanha, em que Rob Smedley, engenheiro de Massa mandou a famosa mensagem: “Felipe. Fernando está mais rápido que você”.

Piloto e engenheiro se encontraram virtualmente em Live no Instagram, em que o episódio foi lembrado. Massa atribuiu a ordem como a frase “mais famosa de toda história da F1” e, de maneira bem humorada, perguntou se seu antigo parceiro estava feliz com o feito.

“Não, definitivamente. Isso me fez ficar mais conhecido até fora da F1. Foi uma situação estranha. Hoje, quando você olha para trás, é divertido.”

Massa lembrou o engenheiro que seu irmão, Dudu Massa, o enviou o GP da Austrália, a segunda etapa do campeonato, em que Smedley já pedia ao brasileiro deixar seu companheiro passar, mas que naquela ocasião, Massa sequer respondeu.

“Me lembro e depois tivemos uma pequena briga na equipe sobre várias coisas, você sabe, não estávamos muito felizes.”

“Muitas pessoas me perguntam sobre Hockenheim 2010 e eu sempre digo ‘olha, todo mundo ali poderia ter feito melhor politicamente, havia muitas coisas que poderíamos ter feito melhor’. E por causa desse tipo de situação, você aprende, o mais importante é que você aprende a administrar as coisas, ter mais maturidade. Por outro lado, isso também me mostrou que quando você acredita que algo está errado, você tomará novas decisões e terá que ter colhões.”

Para Massa, uma coincidência na data do GP da Alemanha poderia ter feito a equipe ter mudado de ideia: “Creio que a situação no time não era fácil na Austrália, na segunda corrida do ano, assim como naquele ano como um todo. Mas para mim, a pior coisa era ter aquele tipo de situação exatamente um ano depois do meu acidente“, disse, se referindo ao acidente na classificação do GP da Hungria de 2009.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta