Perfil do Piloto

Graham Hill

Lotus, BRM, Brabham, Hill

País :Inglaterra
Cidade :Hampstead
Idade :15/02/29 - 29/11/75 (46 anos)
Altura :
  • 2 (1962, 1968)Campeonatos
  • 179 (176 Largadas)Corridas
  • 14Vitórias
  • 13Pole Positions
  • 10Voltas Rápidas
  • 36Pódios
  • 13 Outubro 2018Atualizado

Graham_Hill

Carreira

Nascido em Hampstead, Londres, Graham ficou conhecido durante a parte final de sua carreira por sua inteligência e paciência. Ele iniciou sua carreira na Fórmula 1 aos 29 anos correndo pela Lotus. Depois de dois anos sem marcar sequer um ponto, entrou na BRM, e venceu seu primeiro campeonato em 1962. Ainda na BRM, ele foi vice-campeão em 1963, 1964 e 1965. Seu segundo título veio depois de voltar para a Lotus em 1968. Nesse mesmo ano, ele venceu o GP da Espanha com a Lotus patrocinada pela Gold Leaf, na primeira aparição de um carro estampado por uma empresa tabagista sem vínculo com o meio automobilístico.

Graham sobreviveu a vários acidentes antes de se aposentar aos 46 anos e montar sua própria equipe, Embassy Hill na Fórmula 1.

Em 29 de novembro de 1975, um sábado, uma intensa neblina envolvia Londres, na Inglaterra, à noite. O pequeno avião bimotor particular de matrícula norte-americana, um Piper Aztec, solicitou autorização de pousar no aeroporto de Heathrow. A pista estava fechada. Tentou em Gatwick; também fechado. Como última opção, voou para o pequeno aeroporto de Elstree, em Barnet, 16 quilômetros ao norte de Londres, voando baixo e com uma visibilidade de 100 metros. No clube Arkley, um campo de golfe, a 3 km da pista, houve um choque com algumas árvores, a queda, a explosão. 6 pessoas morreram na hora. Entre elas, Graham Hill, 46 anos.

O reconhecimento oficial foi feito através de sua ficha dentária. Os corpos, carbonizados, estavam irreconhecíveis. O avião vinha sob seu comando, de um voo que começara 10 minutos antes do acidente. Na Europa, 18 horas e 30 minutos em Marselha, França, Graham Hill tinha passado o dia no autódromo de Paul Ricard fazendo testes no novo carro de sua equipe.

Além dele, dentro do avião estavam 5 membros da equipe, incluindo o engenheiro, três mecânicos e o piloto da equipe de F1 e compatriota de Hill, Tony Brise.

Graham era casado com Bette Hill desde 1955 e deixou três filhos: Brigitte (mais velha), Damon Hill (do meio, que depois se tornaria campeão mundial de Fórmula 1 em 1996) e Samantha. Seu funeral foi na abadia de St Albans, e ele está enterrado na igreja de St Botolphs em Shenley.

Em 1990, Graham foi introduzido ao International Motorsports Hall of Fame.