Perfil do Piloto

Sebastian Vettel

5 Ferrari

País :Alemanha
Cidade :Heppenheim
Idade :31 anos- 03/07/87
Altura :1,75 m
  • 4 (2010, 2011, 2012, 2013)Campeonatos
  • 220 (219 largadas)Corridas
  • 52Vitórias
  • 55Pole Positions
  • 36Voltas Rápidas
  • 111Pódios
  • 04 fevereiro 2019Atualizado

Sebastian_Vettel

Carreira

Vettel começou no automobilismo aos sete anos, pilotando kart. Em 2004, na F-BMW Alemã, venceu 18 de 20 corridas disputadas e conquistou o título da competição. Nos anos seguintes, Vettel correu na F-3 Europeia e passou a despertar interesse da BMW, onde passou a realizar testes.

Williams F1

A escuderia Williams realizou alguns testes com Vettel. Em 2005, Vettel era piloto júnior da equipe. Entrou em 17 grandes-prêmios da temporada.

BMW Sauber

Estreou em 2006 como terceiro piloto da equipe BMW Sauber, participando dos treinos livres para o GP da Turquia. Aos dezenove anos e cinquenta e três dias de idade, tornou-se o piloto mais jovem a participar de um evento de Fórmula 1.

Sua estreia na Fórmula 1 aconteceu durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos de 2007, quando substituiu o titular Robert Kubica. Na ocasião, Vettel terminou a corrida na oitava posição, conquistando o primeiro ponto da carreira na categoria.

Toro Rosso

Às vésperas do GP da Hungria de 2007, Vettel foi confirmado como novo piloto da Scuderia Toro Rosso, em substituição ao estadunidense Scott Speed, que saiu após desentendimentos com a equipe.

Em 14 de setembro de 2008 venceu de forma surpreendente o Grande Prêmio da Itália, conquistando a primeira vitória da carreira na categoria e também da equipe Toro Rosso. Com esse feito, tornou-se o piloto mais jovem a vencer um Grande Prêmio, com vinte e um anos, três meses e oito dias. Marcou outro recorde com somente nove meses de carreira na Fórmula 1: se tornou o piloto mais jovem a ser multado pela FIA por uma infração ao passar do limite de velocidade nos boxes enquanto acessava a pista pela primeira vez. Também foi o mais jovem piloto a pontuar em sua corrida de estreia no GP dos Estados Unidos.[carece de fontes?]

Red Bull

Em 2009, Vettel passa a correr na Red Bull, substituindo David Coulthard, que se aposentou ao fim de 2008.

Em 19 de abril de 2009, no Grande Prêmio da China, conquistou a segunda vitória na categoria e a primeira da equipe Red Bull.

Em 1 de novembro, Vettel terminou na segunda colocação no Mundial - sendo o mais novo piloto a conseguir tal feito - logo após sua vitória na estreia do GP de Abu Dhabi, ficando atrás apenas do britânico Jenson Button no campeonato.

Em 19 de novembro de 2009, Vettel foi eleito o melhor piloto do ano pela revista inglesa "Autosport", em uma votação feita com os chefes de equipe da categoria.

O piloto alemão começou a temporada de 2010 marcando a pole position nas duas primeiras etapas, no entanto, por problemas no carro, acabou perdendo a liderança, inclusive sendo obrigado a abandonar na segunda corrida. A primeira vitória na temporada veio na terceira corrida, o Grande Prêmio da Malásia, quando superou o companheiro de equipe Mark Webber, que chegou em segundo. Em 14 de novembro, Vettel tornou-se o campeão da categoria, após vencer a ultima corrida da temporada, o GP de Abu Dhabi. Vettel tornou-se o campeão mais novo da história, com 23 anos, 4 meses e 11 dias. Vettel também se tornou o 1º piloto da história da Fórmula 1 a ser campeão sem ter liderado o campeonato antes da última prova.

No dia 24 de fevereiro de 2012 o piloto recebeu do presidente da Alemanha, Horst Seehofer, a distinção "Silberne Lorbeerblat" (folha de prata), mais alta condecoração concedida pelo governo alemão a esportistas, pela conquista do bicampeonato.

Em 25 de novembro de 2012, tornou-se o mais jovem tricampeão mundial da Fórmula 1, chegando em sexto colocado no GP do Brasil, última prova da temporada. Vettel se tornou campeão com três pontos de vantagem para Fernando Alonso, que chegou na segunda posição.

Em 27 de outubro de 2013, tornou-se o mais jovem tetracampeão mundial da Fórmula 1, após ser o primeiro colocado no Grande Prêmio da Índia, com quatro provas de antecedência. Com uma temporada perfeita e sem erros, Vettel foi tetracampeão com uma larga vantagem em relação a Fernando Alonso, que chegou na décima primeira posição.

Durante o fim de semana do Grande Prêmio do Japão de 2014, anunciou que deixa a equipe ao fim da temporada de 2014 antes do término de seu contrato, que se concluiria somente em 2015.

Ferrari

Em 20 de novembro de 2014 a Scuderia Ferrari anunciou a contratação de Vettel por três temporadas, substituindo Fernando Alonso, a partir de 2015. Sua primeira vitória pela nova equipe veio no GP da Malásia de 2015. Com a vitória no Grande Prêmio de Singapura de 2015, sua 42ª conquista, superou Ayrton Senna.

No Grande Prêmio da Bélgica de 2018, Vettel superou Alain Prost com 51 vitórias, e no momento, tornou-se o terceiro maior vencedor da história da categoria com 52 vitórias.

Publicidade: