Renault é desclassificada do GP do Japão após denúncia da Racing Point

Protesto da Racing Point surte efeito e Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg têm resultados anulados

A Renault foi considerada culpada por usar um auxílio ilegal aos pilotos em seus carros no GP do Japão de F1. Logo após a prova, a Racing Point havia entrado com um protesto contra o sistema nos freios do time da montadora francesa.

Em uma audiência realizada pela FIA em Genebra nesta quarta-feira, foi decidido que esse sistema usado por Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg em Suzuka não violou os regulamentos técnicos, mas foi classificado como auxílio ao piloto.

Como resultado, Ricciardo e Hulkenberg foram destituídos do sexto e 10º lugares, respectivamente. A Renault tem até quinta-feira para recorrer da decisão.

A Racing Point argumentou que o sistema era contrário ao Artigo 27.1 dos regulamentos esportivos da F1, que exigem que um piloto conduz o carro sozinho e sem ajuda. Além disso, considerou que os artigos 11.1.3, 11.1.4 e 8.6.3 dos regulamentos técnicos, que proíbem os dispositivos elétricos que alteram o equilíbrio dos freios ou qualquer sistema não controlado pelo piloto, foram violados.

A Renault insistiu que seu sistema de ajuste de freio estava dentro dos regulamentos técnicos. Ela ofereceu todos os detalhes do sistema à FIA, mas estes foram mantidos em sigilo e não foram revelados ao público.

Após uma audiência de teleconferência entre os comissários do GP do Japão, foi concluído que o sistema da Renault cumpria os regulamentos técnicos.

Os comissários descobriram que:

  1. O software do controlador do freio traseiro usado pela Renault é parte integrante do sistema de controle referido no Artigo 11.9 da FIA. Como tal, é utilizado em conformidade com o Artigo 11.1.3 e 11.1.4 do Regulamento Técnico da FIA de Fórmula 1.
  2. O sistema de controle descrito não está predefinido, depende da distância da volta, conforme alegado.
  3. Os pilotos da Renault usam botões montados no volante para controlar o equilíbrio dos freios, em conformidade com o Artigo 8.6.3 dos Regulamentos Técnicos da FIA. Eles estão conectados à ECU padrão da FIA.
  4. Dado o exposto, os Comissários concluem que, embora a Renault tenha usado soluções inovadoras para explorar certas ambiguidades nos Regulamentos Técnicos e outros documentos de suporte, seu sistema não viola nenhum Regulamento Técnico atual.

No entanto, apesar de claro que o sistema estava em conformidade com as regras técnicas, os comissários consideraram que o dispositivo era um auxílio ilegal ao piloto.

Eles acrescentaram: “O sistema de ajuste da equilíbrio de freio em questão atua como auxílio ao piloto, o poupando de fazer vários ajustes durante uma volta.”

“Os comissários observam que há uma distinção clara entre esse sistema e um que fornece controle real de feedback, que poderia substituir as habilidades ou reflexos do piloto. No entanto, ainda é um auxílio e, portanto, viola o Artigo 27.1 da FIA.”

A decisão de desqualificar Ricciardo e Hulkenberg da corrida de Suzuka foi tomada porque sentiram que eles haviam ganho uma vantagem com o sistema.

Devido à natureza única da audiência, foi proposto um prazo estendido caso a Renault decidisse recorrer da penalidade. Ela tem até 10 horas da manhã do México para notificar a FIA de sua intenção de apelar, se assim desejar.

Veja como ficou o resultado final do GP do Japão após a desclassificação da Renault

Galeria:

1 – Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

1 - Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

1/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

2 – Sebastian Vettel, Ferrari SF90

2 - Sebastian Vettel, Ferrari SF90

2/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

3 – Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

3 - Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

3/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

4 – Alex Albon, Red Bull RB15

4 - Alex Albon, Red Bull RB15

4/20

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

5 – Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34

5 - Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34

5/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

6 – Charles Leclerc, Ferrari SF90,

6 - Charles Leclerc, Ferrari SF90,

6/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

7 – Pierre Gasly, Toro Rosso STR14

7 - Pierre Gasly, Toro Rosso STR14

7/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

8 – Sergio Pérez, Racing Point RP19

8 - Sergio Pérez, Racing Point RP19

8/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

9 – Lance Stroll, Racing Point RP19

9 - Lance Stroll, Racing Point RP19

9/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

10 – Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

10 - Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

10/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

11 – Lando Norris, McLaren MCL34

11 - Lando Norris, McLaren MCL34

11/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

12 – Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

12 - Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

12/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

13 – Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19

13 - Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19

13/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

14 – Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38

14 - Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38

14/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

15 – Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19

15 - Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19

15/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

16 – George Russell, Williams Racing FW42

16 - George Russell, Williams Racing FW42

16/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

17 – Robert Kubica, Williams FW42

17 - Robert Kubica, Williams FW42

17/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

18 – Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

18 - Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

18/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

DESCLASSIFICADO: Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19

DESCLASSIFICADO: Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19

19/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

DESCLASSIFICADO: Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19

DESCLASSIFICADO: Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19

20/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta