Russell quer vaga na Mercedes em 2021: “A equipe não tem uma academia à toa”

No início do ano, a formação da dupla da Mercedes para 2021 parecia fácil de prever: mais um ano com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. Porém, as movimentações recentes no mercado da Fórmula 1 deixaram a disputa em aberto, com mais dois nomes cotados para a vaga de Bottas: Sebastian Vettel e George Russell. E, mesmo em desvantagem, Russell quer se colocar na competição.

Apesar de Toto Wolff, chefe da Mercedes, ter declarado no início do mês que a prioridade da equipe seria manter a dupla para 2021, as últimas notícias mostram que a situação na equipe pode ter mudado. Como noticiado, Wolff teria Russell como candidato ideal, para seguir um caminho similar ao da Ferrari. Enquanto isso, a Daimler, dona da Mercedes, quer trazer Vettel para a vaga, formando uma “super dupla” com Hamilton.

Russell, que tem apenas 22 anos, é visto uma das estrelas futuras da F1 e o próximo sucesso vindo do Reino Unido. O piloto foi campeão da GP3 em 2017 e da F2 em 2018 e desembarcou na F1 no ano passado, correndo pela Williams, um “empréstimo” da Mercedes.

O primeiro ano de Russell não foi o ideal, devido à falta de performance da Williams, mas impressionou e recebeu elogios de diversas pessoas do paddock. O britânico vai continuar na equipe esse ano, tendo Nicholas Latifi como novo companheiro, mas seu olho já está direcionado para 2021.

Falando com a Sky Sports F1, Russell já se coloca como um candidato a essa segunda vaga da Mercedes em 2021.

“A Mercedes não tem uma academia à toa. Como na Red Bull e na Ferrari, o objetivo é que os pilotos se desenvolvam para chegar à equipe principal. Obviamente, depende do momento. Há apenas duas vagas por equipe e, na Mercedes, Lewis está fazendo seu trabalho e ele e Valtteri formaram uma ótima dupla nos últimos anos”.

“Por outros lado, você começa a olhar para a Ferrari, com Carlos e Charles e, sem dúvidas, eles podem estar lá pelos próximos quatro, cinco anos, como dupla. Da mesma forma, com Daniel e Lando na McLaren e Max e Alex na Red Bull. Acho que, para qualquer empresa, é importante ter essa estabilidade”.

“É ótimo ver que essas equipes estão olhando para o futuro, e vamos ver o que vem a seguir”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta