Verstappen diz que a dupla que fez com Ricciardo na Red Bull era “ideal”

Piloto holandês da RBR comenta a relação com o ex-companheiro australiano, agora na Renault

Max Verstappen crê que o companheiro de equipe ideal para ele na Fórmula 1 é aquele que pode levá-lo a melhores desempenhos, como foi com Daniel Ricciardo, que deixou a Red Bull rumo à Renault nesta temporada.

Embora o holandês tenha subido a um novo patamar neste ano como líder de fato na Red Bull ao lado de colegas menos experientes, ele admite que o melhor cenário é ter alguém muito forte no outro carro.

Verstappen comentou suas preferências sobre companheiros de equipe e disse que o cenário perfeito para ele era quando estava com Ricciardo.

“Eu quero alguém que possa estar sempre na luta e me leve a melhores desempenhos”, disse Verstappen, que foi companheiro de equipe de Ricciardo desde o início de 2016 até o final do ano passado.

“Acho que tive essa situação ideal com Daniel. Quando entrei para a equipe, eu era novato e ele já estava lá há alguns anos. Então você pode aprender e se desenvolver bem, mas a certa altura também ficou mais difícil para ele, porque estávamos muito próximos”.

A rivalidade com um companheiro de equipe forte é mais intensa e melhor para uma equipe, diz Verstappen. Segundo ele, isso permite à escuderia progredir mais rapidamente com o desenvolvimento do carro.

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15, leads Charles Leclerc, Ferrari SF90

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

 

“No final, isso também é muito importante para a equipe. Você também quer alguém que trabalhe na mesma direção em termos de configuração e queira as mesmas coisas do carro. Então você também pode desenvolver o carro muito melhor”.

“Dá para colocar os carros em programas diferentes na sexta-feira, se puder contar com os dois pilotos para obter as informações corretas. Essas coisas são muito importantes para mim, mas também para a equipe”.

Questionado sobre o novo companheiro, Alex Albon, Verstappen disse: “Acho que está melhorando. Este é seu primeiro ano na F1, então você não pode esperar que tudo corra bem imediatamente. Mas até agora ele está indo bem”.

O contrato do próprio Verstappen com a Red Bull dura até o final de 2020. As chances da equipe de mantê-lo dependerão do progresso que a RBR pode fazer no próximo ano, tendo em vista disputas de título.

Mas com a incerteza contínua sobre os regulamentos que estão chegando para a temporada 2021, Verstappen diz que pensamentos sobre seu futuro a longo prazo precisam ser suspensos por enquanto.

“Ainda tenho contrato para o próximo ano e, depois disso, há novos regulamentos, que ainda não foram assinados. Então, na verdade, todo mundo está lidando com essa questão. Mas acredito que nós Red Bull podemos estar no topo novamente”.

Companheiro de Verstappen

Embora esteja otimista quanto ao futuro da Red Bull, Verstappen ainda não tem companheiro definido para 2020. A briga está entre o novato tailandês Alex Albon, que ascendeu à equipe principal após algumas provas pela Toro Rosso, e o francês Pierre Gasly, rebaixado da Red Bull para dar lugar ao concorrente

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta