Perfil do Piloto

Jacques Villeneuve

Williams, BAR, Renault, Sauber e BMW-Sauber

País :Canadá
Cidade :Saint-Jean-sur-Richelieu
Idade :09/04/71 (47 anos)
Altura :
  • 1 (1997)Campeonatos
  • 165 (163 largadas)Corridas
  • 11Vitórias
  • 13Pole Positions
  • 9Voltas Rápidas
  • 23Pódios
  • 16 Outubro 2018Atualizado

Jacques_Villeneuve

Fórmula 1

Filho do lendário piloto da Ferrari, Gilles Villeneuve, Jacques chegou à Fórmula 1 credenciado pelo título da então F-Indy e a vitória nas 500 Milhas de Indianápolis do ano anterior. Estreou na equipe Williams com uma pole-position, impressionando o meio automobilístico e mostrando que não tinha chegado apenas como o filho de Gilles, deu muito trabalho a Damon Hill piloto que teoricamente tinha muito mais experiência que o canadense. Em 1997, o seu segundo ano na F1, ganhou o título derrotando Michael Schumacher numa manobra ousada na última corrida do ano, o GP da Europa.

Com a saída da Renault do esporte em 1998, a equipe Williams perdeu a sua posição dominante e, com este equipamento inferior, Jacques não conseguiu repetir o desempenho do ano anterior. Por isso, em 1999, ele se transferiu para a equipe recém-criada BAR, fruto de investimentos da British American Tobacco, do americano Bobby Rahal e do empresário Craig Pollock.

Após anos de muito investimento e pouco resultado, a BAR se viu em meio a um programa de reestruturação, que trouxe para o comando David Richards, da empresa Prodrive. Com um maior investimento da Honda e sob a mão-de-ferro de Richards, a BAR começou a obter melhores resultados, mas Jacques não tinha um desempenho à altura de seu companheiro Jenson Button. Jacques soube que seria demitido da equipe BAR para a temporada de 2004, e se recusou a correr pela equipe BAR após o Grande Prêmio dos Estados Unidos em Indianápolis, deixando o lugar para o japonês Takuma Sato na última prova em Suzuka, o Grande Prêmio do Japão. Coincidentemente nessa prova, sem Jacques Villeneuve, a BAR teve seu melhor desempenho na temporada de 2003.

Em 2004, Jacques estava sem equipe, mas foi chamado às pressas para substituir o demitido Jarno Trulli na equipe Renault na estreia do Grande Prêmio da China a partir da antepenúltima etapa do mundial, para correr ao lado de Fernando Alonso. Mesmo com fraco desempenho, foi contratado pela equipe Sauber para correr em 2005.

Na Sauber, Jacques começou o ano com um desempenho abaixo da crítica, sendo ofuscado pelo seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa. Depois do anúncio da compra da Sauber pela BMW, era esperado que Jacques perdesse seu lugar como piloto, mas foi garantido no lugar e correu pela equipe BMW Sauber por parte do ano de 2006. Entretanto, também teve desempenho abaixo do seu companheiro de equipe Nick Heidfeld, e o piloto canadense fez sua última corrida no Grande Prêmio da Alemanha em Hockenheim quando perdeu controle de seu carro. Na corrida seguinte, no Grande Prêmio da Hungria, em Hungaroring, foi substituído pelo piloto polonês Robert Kubica que conseguiu resultados mais consistentes que o canadense no seu breve início de carreira.

Villeneuve foi noivo de Dannii Minogue, irmã da cantora Kylie Minogue, por 3 anos. Foi casado com Johanna Martinez, com quem teve seus dois filhos, Jules, nascido em 14 de novembro de 2006, e Jonas, nascido em 23 de dezembro de 2007 e, atualmente, está casado com a brasileira Camila Lopes, com quem teve um filho, "Benjamin" [2013].