Perfil do Piloto

Sergio Pérez

11 Racing Point

País :México
Cidade :Guadalajara
Idade :29 anos - 26/01/90
Altura :1,73 m
  • NenhumCampeonatos
  • 158 (155 largadas)Corridas
  • 0.Vitórias
  • 0.Pole Positions
  • 4Voltas Rápidas
  • 8Pódios
  • 04 de fevereiro de 2019Atualizado

Sergio_Pérez

Formula 1

Sauber

No dia 4 de outubro de 2010, a equipe Sauber anunciou o mexicano como piloto titular para a temporada de 2011 da Fórmula 1.

Em 2011, durante o Grande Prêmio da Espanha, Pérez marcou os primeiros pontos na categoria, ao chegar na nona posição.

No treino classificatório do GP De Mônaco de 2011, ele perdeu o controle do carro após sair do túnel e depois de tocar o guard-rail, bateu fortemente contra o muro de proteção. O piloto mexicano chegou a perder a consciência e foi levado para o hospital, onde foram constatados uma fratura na perna esquerda e uma concussão. Com o acidente, o piloto não largou em Mônaco e ficou fora também da etapa seguinte, no Canadá, sendo substituído por Pedro de la Rosa.

Em 2012, Perez subiu pela primeira vez ao pódio, ao chegar em segundo lugar no Grande Prêmio da Malásia, segunda etapa do campeonato. O piloto foi o primeiro a parar nos boxes para colocar pneus de chuva e por isso ganhou vantagem sobre seus adversários.

No Grande Prêmio do Canadá, Pérez voltou a subir ao pódio, dessa vez em terceiro lugar. O piloto largou na décima quinta colocação, porém, com uma estratégia arriscada, de apenas uma parada, conseguiu se recuperar. O chefe da equipe Peter Sauber, sugeriu que a boa adaptação ao carro da escuderia pode ter sido o motivo do bom desempenho do piloto. O resultado rendeu elogios de Luca Baldisseri, líder da Academia de Pilotos da Ferrari, que destacou o autocontrole do piloto mexicano.

O terceiro pódio da temporada veio no Grande Prêmio da Itália. Após largar em décimo terceiro lugar no grid, com pneus duros, Pérez conseguiu prolongar seu tempo na pista até o pit-stop, quando trocou para pneus médios, conseguindo então um ritmo melhor que seus adversários, que se encontrava com os duros, ganhando assim, várias posições até chegar em segundo lugar.

McLaren

Ao final de setembro de 2012, com o anúncio da transferência de Hamilton da McLaren para a Mercedes na temporada seguinte, o bom desempenho de Pérez lhe rendeu uma vaga na escuderia inglesa para 2013. Após o acerto, entretanto, o mexicano não pontuou mais na temporada e completou apenas três de seis corridas.

Force India

Dispensado pela McLaren, Pérez foi contratado em dezembro de 2013 como piloto titular da Force India.

No Grande Prêmio do Bahrein, terceira etapa da temporada 2014, o mexicano chegou ao pódio ao completar a corrida na terceira colocação. Em 22 de novembro renovou seu contrato por vários anos.

Em 2015 realizou sua melhor temporada, concluindo-a na nona posição com 78 pontos. Conquistou, ainda, um pódio no Grande Prêmio da Rússia quando herdou a terceira posição na ultima volta, após os pilotos finlandeses Valtteri Bottas e Kimi Räikkönen colidirem quando disputavam a posição.

Em 2016, Pérez conquistou dois pódios ao terminar em terceiro no Mônaco e da Europa, e terminou na sétima posição na classificação de pilotos com 101 pontos.

Em 2018, Pérez conquistou um pódio ao terminar em terceiro no Azerbaijão, e terminou na oitava posição na classificação de pilotos com 62 pontos.

Patrocinador:

Rivalo Apostas Esportivas