Bottas vence e Hamilton chega em 2º para conquistar o hexa campeonato no GP dos EUA

Piloto finlandês da Mercedes faturou a prova de Austin

Piloto finlandês da Mercedes, Valtteri Bottas largou da pole e venceu o GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, mas o dono da festa em Austin é seu companheiro Lewis Hamilton, que chegou em segundo para sacramentar seu hexacampeonato mundial.

Vídeo da comemoração de Lewis Hamilton

O britânico largou de forma brilhante e saiu de quinto para segundo, valendo-se de grande estratégia da equipe germânica. Quem completou o pódio no Circuito das Américas foi o holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Em dia difícil com a Ferrari, o monegasco Charles Leclerc chegou em quarto e faturou o ponto extra pela volta mais rápida da prova (seu companheiro alemão Sebastian Vettel teve quebra de suspensão e abandonou). Já o novato tailandês Alexander Albon brilhou com a Red Bull e fez grande corrida de recuperação para chegar em quinto.

A corrida

Na largada, Hamilton saltou bem e deu o bote em Leclerc. Depois, o britânico passou por Vettel, que também foi ultrapassado por Leclerc, Norris e Ricciardo (foto abaixo). Além deles, outro que podou Vettel foi Verstappen, subindo para segundo. Bottas foi bem e manteve a ponta.

Depois da primeira volta, as posições eram as seguintes: Bottas, Verstappen, Hamilton, Leclerc, Norris, Ricciardo e Vettel. Gasly subiu para oitavo e Sainz caiu para nono, com Magnussen em 10º. Albon teve toque com Sainz e caiu para último. Raikkonen foi bem e subiu para 11º.

Na oitava volta, a complicada corrida de Vettel chegou ao melancólico fim com uma quebra de suspensão (foto abaixo). No mesmo giro, Ricciardo deu o bote em Norris e subiu para quinto. Já Raikkonen ganhou mais posições e saltou para nono, fazendo grande corrida de recuperação.

Na volta 14, Verstappen fez sua primeira parada e colocou pneus duros, apostando em estratégia ousada. No giro seguinte, Bottas espelhou a tática do holandês e fez a mesma troca, voltando à frente do piloto da Red Bull e passando Leclerc, que ainda não tinha parado.

Com pneus médios desgastados, o monegasco também foi obrigado a abrir passagem para Verstappen. Assim, Hamilton, ainda sem parar, vinha na ponta, seguido por Bottas e Verstappen. Leclerc sofria com compostos usados. Também sem parar, Ricciardo se mantinha em quinto.

Erro da Ferrari

No 21º giro, Leclerc fez seu pit stop e colocou pneus duros, mas a Ferrari foi mal e o monegasco perdeu bastante tempo, voltando em sexto, à frente de Pérez, que largou dos boxes, ainda não tinha parado e vinha em grande prova de recuperação. Depois, Ricciardo fez sua parada.

A volta 23 teve o pedido de parada para Hamilton por parte da Mercedes, mas o britânico seguiu na pista, sendo ultrapassado por Bottas no giro seguinte. O pentacampeão foi para os boxes na sequência e colocou pneus duros, também apostando em uma parada.

Daí em diante, as posições do pelotão da frente se mantiveram por um tempo, com Bottas na frente, seguido por Verstappen e Hamilton. Na sequência, Leclerc e Ricciardo. Na volta 35, Verstappen fez sua segunda parada e colocou pneus médios, embaralhando as estratégias.

Duas paradas

Na sequência, Bottas voltou a espelhar a tática do holandês e voltou à frente do rival da Red Bull, logo atrás de Hamilton, que assumiu a liderança. Entretanto, o britânico começou a sofrer com os pneus e viu a chegada do companheiro finlandês na parte final da prova.

Já Leclerc, sem poder brigar pelo pódio, colocou pneus macios na volta 43 e foi em busca da volta mais rápida para aumentar a pontuação do seu já garantido quarto lugar. Dito e feito: o monegasco fez o giro mais veloz, conseguindo um consolo para o fim de semana medíocre da Ferrari.

Mais à frente, a briga pela vitória ficou entre Hamilton e Bottas. Em meio à indefinição dos ponteiros, Albon coroou sua grande corrida de recuperação para ultrapassar Ricciardo e terminar em quinto. E o triunfo ficou mesmo com Bottas, que aproveitou o desgaste de pneus de Hamilton para passar e vencer no dia do hexa do companheiro de Mercedes. Verstappen ainda foi para cima do britânico, mas bandeira amarela ocasionado por acidente de Magnussen impediu.

Lugar para o Campeão

Os organizadores do GP dos Estados Unidos reservaram uma vaga especial para ele no local onde os três primeiros estacionam seus carros após a corrida.

Na vaga, pintada de preto no chão, em frente ao pódio, estava escrito: “Reservada ao campeão mundial”. E foi justamente onde Hamilton estacionou seu Mercedes após cruzar a linha de chegada na segunda posição.

*Veja a classificação final do GP dos EUA

*Veja a classificação final em galeria de fotos abaixo:

*(Daniil Kvyat levou uma punição de 5 seg após a bandeirada, após ser considerado culpado pela colisão com Sergio Pérez, pela disputa pelo 10º lugar, assim caindo para 12º na classificação final.

1º: Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

1º: Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

1/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

2º: Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

2º: Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

2/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

3º: Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

3º: Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

3/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

4º: Charles Leclerc, Ferrari SF90

4º: Charles Leclerc, Ferrari SF90

4/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

5º: Alex Albon, Red Bull Racing RB15

5º: Alex Albon, Red Bull Racing RB15

5/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

6º: Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19

6º: Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S.19

6/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

7º: Lando Norris, McLaren

7º: Lando Norris, McLaren

7/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

8º: Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34

8º: Carlos Sainz Jr., McLaren MCL34

8/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

9º: Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19

9º: Nico Hulkenberg, Renault F1 Team R.S. 19

9/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

10º: Sergio Perez, Racing Point RP19

10º: Sergio Perez, Racing Point RP19

10/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

11º: Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

11º: Kimi Raikkonen, Alfa Romeo Racing C38

11/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

*12º: Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14 (punido por 5 seg)

12º: Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

12/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

13º: Lance Stroll, Racing Point RP19

13º: Lance Stroll, Racing Point RP19

13/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

14º: Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38

14º: Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo Racing C38

14/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

15º: Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19

15º: Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19

15/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

16º: Pierre Gasly, Toro Rosso STR14

16º: Pierre Gasly, Toro Rosso STR14

16/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

17º: George Russell, Williams Racing FW42

17º: George Russell, Williams Racing FW42

17/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

18º: Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19 (abandonou por problema no freio)

18º: Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-19 (abandonou por problema no freio)

18/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

19º: Robert Kubica, Williams FW42 (abandonou por problema hidráulico)

19º: Robert Kubica, Williams FW42 (abandonou por problema hidráulico)

19/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

20º: Sebastian Vettel, Ferrari SF90 (abandonou por quebra na suspensão)

20º: Sebastian Vettel, Ferrari SF90 (abandonou por quebra na suspensão)

20/20

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Fonte Motorsport  Editado por F1 Templo

Patrocinador:

Deixe uma Resposta