Chefão da Red Bull fecha portas para volta de Vettel à equipe

Após o anúncio de que Sebastian Vettel deixará a Ferrari ao fim da temporada 2020 da Fórmula 1, muito se especula sobre o futuro do tetracampeão. Entretanto, uma das portas já foi fechada para o alemão. Trata-se da Red Bull, justamente a equipe pela qual o piloto conquistou todos os seus títulos da elite do esporte a motor. Quem rechaçou a possibilidade de um retorno de Vettel foi o consultor do time de energéticos, Helmut Marko.

O dirigente explicou suas razões à Sky Alemanha. “Por razões monetárias muito simples. Não podemos pagar duas dessas melhores estrelas”, afirmou o austríaco, fazendo menção a Vettel e ao holandês Max Verstappen, principal piloto da Red Bull na atualidade.

Quem ecoou o discurso de Marko foi o chefe de equipe da RBR, Christian Horner. “Nós temos um acordo com Verstappen por vários anos e Alex está indo muito bem no momento”, disse o britânico à Sky Sports F1.

“A atmosfera dentro do time é muito boa no momento. E a história nos ensinou que dois machos alfa no time não é uma boa. Sebastian é um piloto muito competitivo e acho que, além de Verstappen, ele não é a melhor solução para o time”, ponderou Horner.

O chefe aproveitou para reforçar elogios ao tailandês Albon: “essa dupla Vettel e Verstappen não traria benefícios se tivermos dois machos alfa como pilotos na nossa equipe. Nós estamos muito felizes com os pilotos que temos atualmente”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta