Chefe da Honda na F1 compara Verstappen a Senna: “Impressionante”

Dirigente da montadora japonesa, que equipa a Red Bull, rasga elogios ao jovem piloto de 22 anos

Chefe da Honda na Fórmula 1, Masashi Yamamoto disse que o relacionamento da fabricante com o holandês Max Verstappen lembra aquele que a montadora tinha com o brasileiro Ayrton Senna, tricampeão da F1 impulsionado por motores japoneses.

“Ele é jovem, mas sua pilotagem é realmente impressionante. É como um jovem Senna. Nós o vemos como um fator muito importante no nosso projeto”, disse o dirigente sobre o piloto da Red Bull.

A declaração vem após um 2019 de bons resultados para a Honda, que voltou a vencer na F1 pela primeira vez desde 2006. Com isso, a fabricante reconstruiu sua reputação, manchada após período ruim com a McLaren entre 2015 e 2017.

“Acho que Max respeita a Honda. Ele sente que a Honda é familiar. E provavelmente o distintivo da montadora que ele mostrou depois de vencer o GP da Áustria prove que ele também estava muito feliz”, ponderou Yamamoto.

“Isso nos dá uma emoção de querermos fornecer um bom motor para ele. É claro que todos os quatro pilotos são muito importantes para nós, mas a paixão que mostramos pela vitória tornou o relacionamento mais forte com ele”.

“Ele também esteve no centro de pesquisa e desenvolvimento de F1 e em nosso local de produção em massa. Há muitas, muitas pessoas trabalhando nessas instalações e ele realmente viu”, relatou o dirigente.

Relação com a Honda

“Ele passou por um túnel de pessoas que estavam cumprimentando. Esse tipo de coisa talvez tenha lhe dado uma impressão mais forte sobre a Honda e um compromisso mais forte com todos nós”, completou o japonês.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta