Hamilton admite que sentiu pressão de Bottas no início da temporada 2019

Mesmo somando maior n[úmero de pontos na carreira, hexacampeão se mostrou incomodado com “Bottas 2.0”

Valtteri Bottas venceu o GP da Austrália no ano passado, na abertura do campeonato, derrotando seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, por mais de 20 segundos.

Essa vitória, com direito a ponto extra pela volta mais rápida, veio após uma temporada sem triunfos em 2018, e a famosa mensagem no rádio após a bandeirada: “a quem possa interessar, vão se foder”, contribuindo para uma nova imagem do finlandês, o Bottas 2.0.

Embora Hamilton tenha respondido com vitórias no Bahrein e na China, Bottas se recuperou brevemente com nova vitória no Azerbaijão, no final de abril.

“As primeiras corridas, geralmente não são perfeitas para mim. Não são ruins, ainda são melhores que a média, mas houve todas as pressões externas do ‘Valtteri 2.0’ e pensava: ‘estamos empatados em 2 a 2’.”

“Tinha que ficar firme com minha mente, não podia permitir que fatores externos me afetassem, mas, sendo humano, é muito difícil não perceber essas coisas.”

Hamilton conseguiu quatro vitórias consecutivas após Baku para colocar uma boa diferença entre ele e Bottas, e venceu mais cinco vezes no restante da temporada para conquistar o sexto título mundial.

Sua pontuação final, de 413 pontos, também foi a mais alta que ele conseguiu em uma única temporada.

Questionado se ele havia priorizado uma temporada mais consistente do que uma que apresentava “momentos especiais”, Hamilton disse: “Mais consistência dentro da corrida foi realmente importante para mim.”

“É uma loucura, porque chegamos a agosto e estava pensando: ‘Caramba, já tive oito vitórias’. Como equipe, tivemos 15, e você meio que esquece aquelas coisas porque você está sempre olhando.”

“Mas não foi intencional não se impressionar.”

“Estive procurando aquela volta ‘uau’ este ano. E, honestamente, tive boas voltas, mas elas não foram assim, necessariamente.”

“Acho que alguns dos meus segundos lugares em classificação entre as Ferraris, para mim, me pareciam voltas relativamente impressionantes, mas porque eu não estava na pole por meio segundo.”

“Mas, para mim, internamente aconteceu.”

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta