F1 planeja fazer testes de Covid no paddock a cada dois dias quando temporada começar

A direção da Fórmula 1 está buscando começar a temporada no início de julho com o GP da Áustria, após a pandemia da Covid-19 forçar o adiamento ou cancelamento das dez primeiras etapas do ano. Mas, para isso, será necessário uma grande operação para garantir a segurança de todos os envolvidos no paddock, e isso deve incluir um extenso programa de testes.

Ross Brawn, diretor de automobilismo da F1, revelou na semana passada que o campeonato quer criar uma “biosfera” nas corridas, obrigando a todos presentes que sejam testados antes de entrar no ambiente de isolamento.

Na segunda, Brawn revelou mais detalhes sobre os protocolos de testes, confirmando que todos os presentes passarão por uma checagem a cada dois dias.

“A FIA está fazendo um ótimo trabalho na montagem da estrutura necessária. Todos serão testados, e teremos o conhecimento antes das pessoas entrarem no paddock”, disse Brawn em entrevista à Sky Sports F1.

“A partir daí, eles serão testados a cada dois dias, dentro do paddock. Isso será feito pela autoridade competente, e vamos manter esse sistema, certamente nas etapas europeias. Vamos usar a mesma estrutura para essa testagem”.

Brawn disse que, apesar de ser impossível manter o distanciamento social dentro das equipes, os funcionários não terão contato com pessoas de outras equipes.

“Temos restrições de como que as pessoas poderão se mexer pelo paddock”, disse Brawn. “Nós podemos forçar o distanciamento social dentro da equipe. Então precisamos criar um ambiente dentro do ambiente, uma pequena bolha de isolamento”.

“As equipes ficarão entre si. Eles não vão se misturar com as outras. Vão ficar em seus hotéis. Não haverão motorhomes. Vamos garantir que todas as normas sejam respeitadas”.

“Há um enorme trabalho sendo feito por nós e a FIA. Estou muito feliz com o que estou vendo e ouvindo. Acredito que vamos poder promover um evento com um ambiente seguro”.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta