Red Bull tem que manter bom momento para brigar por título em 2020

Red Bull acredita que poderá brigar por título em 2020

Chefe de equipe da Red Bull na Fórmula 1, Christian Horner considera essencial que sua escuderia mantenha seu forte momento na atual temporada  para ter alguma esperança de vencer a Mercedes e a Ferrari em 2020.

O time austríaco fez progressos sólidos neste campeonato, seu primeiro com fornecimento de motores da Honda, e venceu dois GPs com o holandês Max Verstappen, triunfante na Áustria e na Alemanha.

Tendo isso em vista, Horner crê que sua equipe precisa manter o nível e não recuar durante a atual temporada à medida que desenvolve seu desafiador carro para o próximo campeonato do ano que vem.

O dirigente britânico também ponderou que 2019 representou um período de adaptação na Red Bull. “Este ano foi transicional com um novo parceiro no fornecimento de motores”, disse, mencionando a montadora japonesa.

“Eu tenho que fazer todos os elogios à Honda por todo o progresso que eles fizeram este ano. Acho que tivemos um bom progresso, algumas vitórias, algumas poles. Embora só tenhamos uma pole, fomos candidatos a vencer algumas corridas neste ano”, avaliou Horner.

“Em Mônaco, nós fomos muito competitivos. Na Hungria, a equipe também estava em uma posição potencial para vencer. Além disso, aqui ‘GP dos Estados Unidos’, novamente fomos bastante competitivos”.

“Portanto, estamos na trajetória correta. É importante levar o impulso para a atual temporada e depois para o início do próximo ano”, afirmou o dirigente britânico, que comandou a equipe nos quatro títulos conquistados com o alemão Sebastian Vettel entre 2010 e 2013.

O chefe da Red Bull também falou da caça à Mercedes, atual hexacampeã de construtores. “Eles ‘Mercedes’ tiveram esse período de domínio e parabéns a Lewis Hamilton por uma conquista fenomenal com seu sexto campeonato mundial”, congratulou.

“Eles são a referência, mas parece que o grid está se equilibrando. Pode ser irônico que 2020 seja o ano mais próximo que podemos ter, com uma batalha tripla, antes que tudo mude para 2021”, ponderou, mencionando as novas regras a serem introduzidas daqui a dois anos.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta