Wolff não estará presente no GP do Brasil; primeira ausência do austríaco desde 2013

A Mercedes estará sem seu chefe de equipe no GP do Brasil, primeira ausência do austríaco em seis anos

O chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, não estará presente no GP do Brasil. É a primeira vez que o austríaco perderá uma corrida na Fórmula 1 desde 2013. Wolff não detalhou o motivo da ausência em Interlagos, disse apenas que cuidará de “outros tópicos”.

Wolff esteve presente em todas as provas nas seis impressionantes temporadas em que as flechas de prata conquistaram todos os títulos de pilotos e construtores. Faltando apenas duas etapas para o fim do Campeonato e com os dois troféus garantidos, o mandatário optou por focar nas atividades relacionadas ao futuro da equipe.

“O GP do Brasil será a primeira corrida desde 2013 que eu não estarei presente”, disse Wolff. “Com os dois campeonatos garantidos, tenho mais tempo para ficar na Europa e focar em outros tópicos”.

“É fantástico poder fazer isso e eu seu que o time representará a estrela de três pontas da melhor maneira possível, tanto dentro quanto fora das pistas”.

Apesar da conquista antecipada do campeonato de construtores no Japão e de pilotos nos Estados Unidos, Wolff acredita que a Mercedes permanece ‘faminta’ para terminar a campanha de 2019 de forma vitoriosa.

“Temos duas corridas pela frente em 2019 e queremos terminar a temporada em alta”, acrescentou o austríaco. “A próxima parada será no Brasil, que nos traz memórias do ano passado, quando fomos capazes não apenas de vencer, mas também de garantir o título de construtores”.

“É uma pista bem curta que faz a classificação particularmente desafiante, já que as margens são bem pequenas. Em geral, nós não temos tido o carro mais rápido nos qualis desde as férias de verão, mas fomos capazes de largar na pole em Austin e vamos tentar lutar pela primeira fila novamente em São Paulo”, encerrou Wolff.

Fonte Motorsport

Patrocinador:

Deixe uma Resposta